Empresários juiz-foranos presos pela Lava Jato estão em penitenciária no Rio de Janeiro

Na última quinta-feira, 29, a Polícia Federal (PF) cumpriu dois mandados judiciais expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça em Juiz de Fora. A informação foi publicada no site da Agência Brasil.

De acordo com a Secretaria do Estado de Administração Penitenciária (Seap) os dois empresários já ingressaram no sistema prisional do Rio de Janeiro entre os dias 29 e 30 de novembro. A Seap informou que mais dados não serão divulgados por questões de segurança.

A operação, que foi batizada com o nome de “Boca de Lobo”, em alusão aos dispositivos instalados em vias públicas para o recebimento de águas da chuva drenadas pelas sarjetas com destino às galerias pluviais, levou à prisão do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), e assessores.

No total, foram mais de nove mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão nos Estados do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Barra do Piraí, Volta Redonda e Bom Jardim), além de Juiz de Fora.

O objetivo da ação foi reprimir os crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção ativa e passiva, cometidos pela alta cúpula da administração do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

São mais de nove mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão nos Estados do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Barra do Piraí, Volta Redonda e Bom Jardim), além de Juiz de Fora.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente



Digite a palavra e tecle Enter.