Vaqueiro mineiro ganha indenização de R$ 67 mil após perder 50% da visão com coice de bezerro

O trabalhador de uma fazenda no Norte de Minas Gerais conseguiu na Justiça do Trabalho o direito de receber uma indenização por ter perdido 50% da visão após levar um coice de um bezerro. A decisão foi da 8ª Turma do TRT de Minas Gerais, que reformou a sentença de primeira instância.

O acidente aconteceu quando o vaqueiro ferrava um bezerro no curral, sem uso do brete, que é um compartimento de segurança. A defesa do proprietário da fazenda tentou se livrar da culpa alegando que o trabalhador teria puxado o rabo do bezerro enquanto era feita a sua ferração e que isso teria causado o desconforto do animal, ocasionando o coice.

Porém, o desembargador relator do recurso, Sércio da Silva Peçanha, observou que o acidente não teria ocorrido se o procedimento tivesse sido realizado dentro do brete, instrumento que visa, justamente, evitar possíveis acidentes com os vaqueiros ao lidar com o gado.

Assim, para compensar os danos morais sofridos, o magistrado fixou o valor da indenização em R$30 mil reais. E levando em conta que a perícia médica constatou redução da capacidade laborativa parcial e permanente avaliada em 15%, haverá também o pagamento indenização mensal por danos materiais, a ser quitada em parcela única, no valor de R$37.431 reais.

Fonte: Assessoria

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente



Digite a palavra e tecle Enter.