Deputado juiz-forano Márcio Santiago perde o mandato na ALMG

 

Em reunião nessa quarta-feira, 10, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) decidiu pela perda de mandado do deputado Márcio José Machado de Oliveira, mais conhecido como Missionário Márcio Santiago (PR).

Segundo informações da ALMG, o candidato foi punido por abuso de poder econômico, político e de autoridade por participar de evento religioso realizado em Belo Horizonte às vésperas da eleição de 2014. Durante o ato, teria havido divulgação da campanha, distribuição de panfletos e pedidos de votos aos presentes.

Durante o julgamento a mesa considerou que a defesa apresentada pelo deputado não trouxe elementos que pudessem afastar a prevalência da decisão da Justiça Eleitoral.

A partir desta quinta-feira, 11, a deliberação sera publicada. A partir daí, começa o prazo de dois dias úteis para a convocação de suplente da coligação PTB-SD. O primeiro deles, Marques Abreu, já informou oficialmente à Assembléia que não deseja assumir a vaga.

Em nota, a ALMG, declarou que o próximo a ser chamado da fila, é o administrador de empresas, Cláudio do Mundo Novo. O candidato nasceu em Belo Horizonte e tem 50 anos.

Candidato

Marcio José Machado é servidor público estadual. Assumiu o seu primeiro mandado na Assembleia de Minas em 2015. Natural de Juiz de Fora, é missionário da Igreja Mundial. Como agente penitenciário, atuou no presídio de Juiz de Fora. Foi eleito com 76.551 votos.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente



Digite a palavra e tecle Enter.