Aquela burocracia de ter que enfrentar filas imensas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para retirar o protocolo que confirma uma consulta com especialista vai acabar. Nesta quarta-feira, 9, começa a funcionar o Serviço Unificado de Marcação de Consulta (Sumc), novo sistema da Secretaria de Saúde (SS) que promete centralizar os agendamentos, trazendo mais agilidade para o usuário. A partir de agora, o médico da própria UBS que indicar um especialista será responsável por encaminhar o agendamento ao Sumc. As informações referentes ao local, data e horário da consulta serão repassadas aos usuários por telefone, sem a necessidade de ele voltar à UBS.

“Até então, eles iam ao médico e, quando eram encaminhados para um especialista, precisavam voltar até a unidade para retirar a confirmação. O Sumc permite que usuário vá direto para o ambulatório. As informações sobre a consulta serão passadas por telefone”, explicou o subsecretário de Atenção Primária, Thiago Horta. “No caso de uma consulta de retorno, o próprio especialista vai poder agendar. Antes o usuário também precisava voltar à unidade para remarcar. Vai trazer fluidez, conforto e agilizar o sistema”, acrescentou.

 

A partir da mudança, os profissionais da marcação serão remanejados para a sede do Sumc, localizada na Rua Halfeld. FOTO: Rafaela Frutuoso

 

Com a mudança, os profissionais da marcação, que ficavam concentrados nas UBSs, serão remanejados para a sede do Sumc, localizada no prédio da pasta, na Rua Halfeld, 1400, Paineiras. Inicialmente, eles serão os responsáveis por todo o processo, desde a marcação da consulta até o aviso aos usuários. “Antes, tínhamos 54 marcadores nas unidades, que conseguiam agendar cerca de 10 consultas por dia cada. Isso acontecia porque eles tinham outras tarefas, como receber os usuários, fazer contato telefônico. Com a implantação do Sumc, teremos 15 pessoas realizando esse trabalho na central única, mas, em compensação, com maior aproveitamento do tempo, pois o trabalho será inteiramente dedicado à marcação. A média de marcação na central da Atenção Primária de cada profissional é de 80, ou seja, oito vezes mais que nas UBSs”.

No primeiro momento, o Sumc funcionará como um projeto-piloto, segundo o subsecretário, abrangendo 36 das 63 UBSs do município. Mas, a expectativa é que a partir do próximo mês todas as unidades sejam contempladas. Também está previsto para que em cerca de três meses, uma empresa de call center seja contratada para fazer contato com os usuários. “Nos próximos meses, estamos na expectativa para que as informações das marcações sejam disponibilizadas no site da Prefeitura”, disse.

 

 

 

Compartilhe
Digite a palavra e tecle Enter.