Empreendedorismo feminino dá sinais de expansão em Minas Gerais

O empreendedorismo feminino vem se consolidando não só como alternativa de trabalho e renda, mas de realização profissional para milhares de mulheres em Minas Gerais. Segundo levantamento realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a participação feminina no comando das micro e pequenas empresas do estado tem se mantido estável nos últimos anos, chegando a 32% em 2015.

Elas representam a maioria (51%) dos empreendedores mineiros à frente de negócios com até 3,5 anos e estão mais concentradas nos setores de serviço e comércio. Segundo o estudo, as mulheres são maioria (86%) no comando de empresas de menor porte no estado, mas têm escolaridade maior que a dos homens. Nas categorias ensino superior completo e pós-graduação, a participação feminina é 10 pontos percentuais maior que a masculina, chegando a 38% entre os gestores de micro e pequenas empresas.

As mineiras representam 46,8% dos Microempreendedores Individuais (MEI) do estado e já somam mais de 344, 5 mil empreendedoras.
Para mostrar o avanço da participação feminina no mundo dos negócios, o Sebrae Minas realiza, no dia 14 de março, o VI Seminário Mulheres Empreendedoras, em Juiz de Fora. A ação gratuita ocorre de 19h às 21h, na sede do Serviço Social do Comércio (Sesc), localizado na Avenida Rio Branco – n° 3.090. A inscrição deve ser feita nos telefones (32) 3257- 4708, (32) 3257- 4712 ou 0800 570 0800.

O seminário vai apresentar técnicas e comportamentos que ajudam a mulher a se tornar uma empreendedora de sucesso, através de cases bem-sucedidos de Juiz de Fora: Mariana Dahbar, da Lovabite; Flávia Coelho, da My Charm; e Fabiana Anício, da Norte Ferragens e Ferramentas.

Fonte: Assessoria

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente



Digite a palavra e tecle Enter.