INSS e 13º salário das domésticas atrasados devem ser regularizados

INSS e 13º salário das domésticas atrasados devem ser regularizados

Os patrões que perderam o prazo para pagar os impostos sobre o salário da doméstica de novembro e a primeira parcela do 13º podem gerar uma nova guia de recolhimentos no site do INSS (www.esocial.gov.br).
Segundo a Receita Federal, os juros de 0,33% só serão cobrados sobre o salário. O 13º não terá juros, mas só até o dia 7 de janeiro. Quem não quitar os débitos ate essa data terá multa no 13º.
Para gerar os impostos, o patrão terá de gerar uma nova guia. O valor dos impostos nesse novo documento será calculado automaticamente pelo sistema, de acordo com os dias de atraso.
O patrão também não pode se esquecer de clicar, no canto superior direito, em “Preencher adiantamento de 13º salário”. Depois, basta informar o valor do salário e da primeira parcela do 13º para que o sistema calcule quanto deverá ser pago.
Segundo a Receita Federal, mais de 1,1 milhões de patrões já haviam emitido a guia.

Fique atento

• Quem não recolheu os tributos sobre o salário da doméstica de novembro terá que gerar nova guia;
• Para imprimir o documento o empregador deverá entrar no site (www.esocial.gov.br) e gerar uma nova guia;
• O sistema calculará automaticamente os juros referentes às contribuições previdenciárias, IR e FGTS da folha de novembro;
• Sobre o 13º salário não haverá multa e juros;
• O valor do 13º virá junto com a nova guia gerada pelo empregador.