A essência consciente do EU

A essência consciente do EU

Livro - Verdade Vol.9

Revelação divina revelação espiritual
Os homens que deram sua contribuição ao mundo não trabalharam apenas com a sua inteligência cerebral. Eles realizaram suas obras recebendo sempre do mundo espiritual alguma orientação ou inspiração. O mundo espiritual a que nos referimos não se limita apenas ao mundo dos espíritos. Há casos em que se concebe uma idéia luminosa captando as ondas mentais transmitidas por espíritos elevados, mas também há vezes em que se recebe a inspiração em forma de voz silenciosa que brota da natureza espiritual do (intimo. Essa "natureza espiritual do (intimo" é a "Natureza Espiritual Imanente no Universo" (Deus) alojada no (intimo de cada um. Por isso, a voz silenciosa que dela brota é uma espécie de REVELAÇÃO DIVINA, ao passo que a inspiração que vem do elevado mundo espiritual é uma revelação espiritual. Muitas vezes, é difícil fazer a distinção entre a revelação divina e a revelação espiritual, mas pode-se dizer que, quando a revelação caracteriza uma segunda personalidade da pessoa, é geralmente espiritual. Quando há captação total e direta através da intuição, então é uma revelação divina que brota do íntimo.

A essência consciente do EU
Todos os pensamentos e atos têm origem no mundo espiritual, o qual pode ser externo (mundo espiritual externo ao EU) ou interno (a natureza espiritual interna). As ondas transmitidas do mundo espiritual tanto interno como externo são captadas pelo cérebro, que funciona como "aparelho receptor-transmissor", e estimulam todas as funções fisiológicas inconscientes. O centro dessa transmissão do mundo espiritual interno é a "essência consciente" que se chama EU e que está ou ligada ao "Esprito Imanente no Universo" ou dele fazendo parte conforme a solicitação que houver por parte da essência consciente do EU. Chamamos provisoriamente de "eu consciente" ao centro consciente da "natureza espiritual interna".

Há dois tipos de concentração mental
O "eu consciente", por um lado, comunica-se com o "Espirito Imanente no Universo" e, por outro lado, através do sistema nervoso, faz movimentar o corpo e produz os sentidos de percepção do mundo material externo.
Quando o "eu consciente" concentra-se no Espirito Universal do íntimo, desaparece a sensação do corpo e do mundo exterior porque a mente está desligada do corpo e do mundo material externo; o "eu consciente" entra num estado de identificação com o "Espirito Imanente no Universo". É nesses momentos que se recebe a transmissão da revelação procedente do "Espirito Imanente no Universo" - a revelação divina.
A sensação do corpo pode cessar também quando o "eu consciente" concentra-se, não no "Espírito I manente no Universo", mas num objeto externo qualquer (tique-taque do relógio ou ponta do nariz, por exemplo I e entra num estado de total alienação das demais coisas. Nesse caso, porém, como a mente está concentrada num objeto externo, a pessoa entra num estado que facilita o "transporte" - a salda do espirito (corpo mental) para fora do corpo carnal.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro