Ética profissional

Ética profissional

Certa vez redigi um trabalho sobre ética profissional, em especial no campo do direito.

Não foi para grande surpresa minha que, tempos depois, o texto se viu divulgado pela internet, entre tantos outros provérbios. Com efeito, a postura profissional adequada constitui fator dos mais relevantes no exercício de qualquer profissão.Consignei no texto a que me refiro: “Não basta que o profissional seja, do ponto-de-vista técnico, experiente e profundo conhecedor das leis se, paralelamente, não busca a sua valorização pessoal, através da postura ética adequada. A postura ética não se desenvolve, apenas, com palavras, exigindo, acima de tudo, o comportamento, prova maior da conduta exemplar do indivíduo.

A maneira de se portar numa determinada profissão não deve ser vista, apenas, sob o prisma do compromisso que o indivíduo deve ter com a sociedade em que vive, mas também, e especialmente, à luz do compromisso que o homem deve ter consigo mesmo, pondo em prática, na vida, os princípios que ele próprio erigiu e que norteiam a sua consciência.” Com efeito, não se procede(o ser humano) de maneira correta visando a se mostrar assim perante os outros ou a sociedade. O homem desenvolve um comportamento especialmente para estar bem consigo.

Sem dúvida o maior compromisso que alguém pode assumir. A ética profissional se insere na ética da própria vida; o que implica valorizá-la e cultivá-la na sua plenitude, segundo valores que promovem o crescimento humano.

 

Jorge Franklin Alves Felipe é Advogado Empresarial, Professor de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora, autor de obras jurídicas e Juiz de Direito aposentado, atuando no cargo por 24 anos, sendo 16 deles em Juiz de Fora.
Formou-se em Direito pela UFJF em 1974 e, atualmente, é um dos Sócios do Escritório J.Franklin Advocacia.