Fernanda Cruzick lança livro infantojuvenil “Uma prosa sobre o som”

Fernanda Cruzick lança livro infantojuvenil “Uma prosa sobre o som”

Transportar o leitor para o universo da música, por meio de uma abordagem ilustrativa. Essa é a proposta do livro infantojuvenil “Uma prosa sobre o som”, da escritora Fernanda Cruzick, que será lançado na quinta-feira, 10, às 20h, na Galeria Café, do Espaço Manufato (Rua Morais e Castro, 307 - Alto dos Passos). A publicação, que teve consultoria musical do maestro André Pires, é financiada pela Lei Murilo Mendes de Incentivo à Cultura, mantida pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa).
Mergulhada em um universo de cores e formas onde as palavras, muitas vezes, se transformam em imagens, a obra faz uma associação entre a criação do universo – com a teoria do “Big Bang” – e a origem dos ritmos. Já nas primeiras linhas do livro, Fernanda revela: “No início era o som... Num fluxo constante... incessante”. A partir daí, a obra se desenrola e traz conceitos musicais como: ritmo, melodia, acorde, harmonia e equilíbrio. “A mistura de todos esses elementos dá a percepção da diversidade, da multiplicidade e da inclusão”, explica Fernanda.
A publicação estará à venda na noite de lançamento por R$30. Posteriormente, a aquisição poderá ser feita pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A autora


Fernanda Cruzick é graduada em Artes pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e, a partir de 1984, iniciou sua produção artística, em especial a pintura. Nessa área, já participou de 13 exposições, a maioria individuais.
Em 2013, lançou os livros “A história das três bonecas”, pela Lei Murilo Mendes, e “A criação segundo a mitologia Iorubá”, pela Franco Editora. Em ambas as publicações, Fernanda atuou como co-autora e ilustradora, em parceria com Gisela Barbosa. Em agosto de 2014, lançou, também em parceria com Gisela, a segunda obra financiada pela Lei Murilo Mendes – “Os sete sábios cegos e o elefante”, sendo responsável pelas ilustrações.