Grupo Impacto apresenta espetáculo “Três Gritos”

Grupo Impacto apresenta espetáculo “Três Gritos”

Três Gritos: iniciar, permanecer, finalizar. Assim como na vida, na guerra esses três elementos são imprescindíveis e marcam instantes decisivos. O espetáculo "Três Gritos", do Grupo Impacto, encena com passos de dança os momentos que marcam o início, o decorrer e o fim das caminhadas de cada indivíduo no dia a dia. Depois de passar por Viçosa, Belo Horizonte e Ponte Nova, o grupo traz seu novo trabalho para Juiz de Fora entre os dias 3 e 5 de dezembro.
Resultado de uma construção conjunta entre os bailarinos e o coreógrafo Mário Nascimento, a ideia é representar “o grito dos excluídos", a ânsia de liberdade e de ser tratado como igual. Assim, o grito será o protagonista da ação, a ferramenta e o veículo que mostra a energia e os propósitos da vida. "Para compor os movimentos a inspiração surgiu da angústia vivida pelos negros africanos que foram trazidos como escravos e de um texto do samurai Miyamoto Musashi, que soltava gritos nos momentos das grandes batalhas para fortalecer o espírito e o corpo”, explica o coreógrafo.
Outra importante fonte de inspiração são os próprios bailarinos, cujos perfis contribuem para ilustrar as minorias constantemente oprimidas. “Esses rapazes estão em permanente confronto e precisam ‘gritar’ para se estabelecerem. No corpo de baile do espetáculo estão incluídas as pessoas de descendência africana, os homossexuais e muitas outras que, diversas vezes, são menosprezadas pela sociedade”, explica Mário Nascimento.
Também se destaca no espetáculo a atuação dupla do bailarino Rafael Gregório (Fael). Além de dançar, ele também irá se apresentar como DJ. “Vai ser uma experiência nova e desafiadora estar tocando e dançando, porque tenho que prestar atenção nas duas coisas. Além disso, nunca vi nenhum grupo dançando com um DJ tocando ao vivo”, comenta o bailarino.
Para Patrícia Lima, diretora geral do Impacto, “Três gritos já nasce com uma grande responsabilidade e expectativa do público que tem continuadamente acompanhado o Impacto durante a sua trajetória, o que nos faz buscar mais e mais a qualificação do trabalho e das propostas, que acabam colaborando com o crescimento artístico e técnico da equipe”. A reconhecida diretora também é fundadora do Núcleo de Arte e Dança de Viçosa e atua no cenário cultural da cidade há mais de 40 anos, auxiliando na direção e na consolidação das atividades de diversos grupos da cidade.
A performance mistura as danças urbanas à dança contemporânea, alcançando um lugar original que une um trabalho cênico às movimentações características das danças de rua. O figurino, também trazido por Nascimento, é elegante e cheio de cores, representa um estilo urbano, mas diferente do visual comum do hip hop. Já a trilha sonora é uma construção dos bailarinos com a diretora Lidiane Jacinto. “Trouxemos algumas músicas e preparamos cenas que foram apresentadas ao Mário e, a partir dessas apresentações, as músicas passaram a fazer parte da trilha do espetáculo”, comenta a diretora. No final de todas as apresentações, os artistas também estarão disponíveis para um bate-papo com o público.
O projeto do Grupo Impacto de Dança é apresentado pela Petrobras, com patrocínio contemplado pela Seleção Pública Petrobras Cultural Minas, e realizado com benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. A estreia é uma promoção da Pró-reitoria de Assuntos Culturais da UFV, (PEC), FACEV, e da Prefeitura Municipal de Viçosa, por meio da Secretaria de Cultura. Numa realização do Núcleo de Produções Culturais, Instituto ASAS e Núcleo de Arte e Dança.

Sobre o Grupo Impacto


Composto por bailarinos formados no Núcleo de Arte e Dança que, por meio de parcerias com projetos sociais, iniciaram seus estudos como bolsistas. Durante seus 20 anos de atuação, o Grupo participou de diversos cursos, festivais e concursos nos quais sempre obteve destaque, com coreografias próprias ou criadas por grandes nomes deste cenário musical. Ao todo, foram mais de doze prêmios conquistados pelo país. Com o amadurecimento do Grupo foram montados cinco espetáculos inéditos de dança de rua e contemporânea: “No Alto da Rua”, de Mário Nascimento (2009/2010), marcando a estreia como profissional, “Obstáculos” (2011), “InSanidade” (2012), "Cromossomo Y" (2013) e "Universo Lúdico" (2014). Todos os espetáculos foram premiados e tiveram um alcance de público superior a 15 mil espectadores.

Confira a programação


03/12 - quinta-feira, às 16h
Instituto Estadual de Educação - Escola Normal
Apresentação aberta ao público

04/12 - sexta-feira, às 14h30
Centro Socioeducativo Santa Lúcia
Apresentação para os internos.

05/12 - sábado, às 11h
Parque Halfeld
Apresentação aberta ao público

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro