“Coletivo Goianá” será apresentado por Gustavo Stephan no “JF Foto 17”

“Coletivo Goianá” será apresentado por Gustavo Stephan no “JF Foto 17”

Mochila nas costas e muitos quilômetros percorridos a pé, de ônibus ou de carona, que renderam histórias e imagens deslumbrantes. Gustavo Stephan, repórter fotográfico juiz-forano, que conhece o Brasil de ponta a ponta, traz essa bagagem para o “JF Foto 17”, que começa nesta quinta-feira, 9. Um dos destaques de sua presença no evento, será a apresentação de vídeos e conversa sobre o “Coletivo Goianá” no sábado, 11, às 19h, no Anfiteatro João Carriço (sede da Funalfa, Av. Barão do Rio Branco, 2234, Centro). A entrada é gratuita.

O coletivo surgiu há cerca de um ano com o objetivo de contribuir com a formação de novos fotógrafos e fazer fotografias que possam colaborar com o desenvolvimento da região de Goianá e de Rio Novo, em Minas Gerais. Mas, segundo Gustavo, o foco principal do projeto é a Fazenda “Fortaleza de Sant’Anna”, que pertenceu a duas famílias de tradição em Juiz de Fora, as de Mariano Procópio e de Cândido Tostes.

Atualmente, parte do terreno é ocupado por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), após desapropriação promovida pelo Instituto Nacional de Colonização Rural e Reforma Agrária (Incra).

Gustavo conta que o grupo começou naturalmente nas oficinas de fotografia dos “Encontros da Leocádia”, que acontecem em Goianá, cidade vizinha de Juiz de Fora: “As pessoas começaram a se envolver com a história da região e a voltar para desenvolver um trabalho próprio”.

Para apresentação também estarão presentes os fotógrafos Pedro Amorim, Ronaldo Almeida e Michelle Guimarães, que fazem parte do coletivo.

Além do bate-papo, Gustavo ministrará a oficina “Da fotografia de reportagem para o livro” na sexta-feira, 10, às 15 horas, também no Anfiteatro João Carriço. O fotografo falará de seus projetos e da relação do livro com a fotorreportagem e dará dicas de como escrever um livro.

Para participar é necessário preencher a ficha disponível no site e enviá-la para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. A confirmação da inscrição será feita mediante pagamento de taxa de R$50. As instruções para que o depósito seja realizado serão dadas pela Funalfa por e-mail, após o recebimento da ficha.

Também no dia 10 de novembro, no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM – Avenida Getúlio Vargas, 200, Centro), serão inauguradas 15 exposições fotográficas. A visitação pública poderá ser feita a partir das 8 horas. Entre essas exposições, Gustavo irá expor pela primeira vez em Juiz de Fora as fotografias de “Meu Sertão”: “Fico muito feliz em expor em Juiz de Fora. É a cidade que eu nasci e que eu amo. Quero estreitar a minha relação com ela, conhecer e agregar novas pessoas aos meus projetos”.

Ao todo, serão 21 fotografias clicadas em Goiás, Minas, Bahia, Pernambuco, Ceará, Paraíba e Piauí, que apresentam um sertão brasileiro que conversa com o sertão de Guimarães Rosa.

Ainda durante o “JF Foto 17” será promovida exposição no Museu Mariano Procópio (Rua Mariano Procópio), e haverá mesas redondas, palestras, apresentação de vídeos e leitura de portfólios.


 Fonte: Assessoria

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro