Ecoturismo e Cultura... Conheça as belezas da Paraíba

Ecoturismo e Cultura... Conheça as belezas da Paraíba

Hoje apresento um destino para descansar após o Carnaval, afinal ainda estamos no verão. João Pessoa, cidade que gosto muito de visitar, já fui algumas vezes e não me canso, sei que voltarei sempre. Cada vez mais, a Paraíba vem se firmando como o novo destino turístico do país. E não é só o número de visitantes que cresce por lá. Os investimentos também não param de chegar.


Na Paraíba, até o sol se levanta mais cedo: - e motivo é o que não falta. Afinal, quem é louco de deixar de aproveitar ao máximo um litoral desse? São 130 km de praias, localizado no centro da região Nordeste. Ao sul e ao norte, as paisagens são fantásticas, com praias de águas mornas e cristalinas, como a de Tambaba, a primeira no Brasil onde a prática do naturismo foi oficializada. Em João Pessoa, também é possível encontrar praias urbanas tranquilas e preservadas, já que é proibida a construção de arranha-céus na orla. No final da tarde, o Pôr-do-sol no Jacaré, em Cabedelo, é parada obrigatória. Em toda a região, hotéis e simpáticas pousadas convidam o visitante a passar o dia pegando sol entre os rios e o mar. Mas, as atrações do litoral paraibano não param por aí. Por ser a terceira cidade mais antiga do Brasil, João pessoa possui sítios históricos e monumentos religiosos que garantem passeios inesquecíveis pela cultura e pelo passado da região.


Não é de hoje que a cidade de João Pessoa causa deslumbramento. Seus encantos e suas peculiaridades datam de séculos. Nascida às margens do rio Sanhauá, a capital paraibana foi fundada no dia 5 de agosto do ano de 1585, o que faz dela a terceira cidade mais antiga do país. São 420 anos de história e um grande legado arquitetônico e cultural, que inclui importantes monumentos do barroco colonial. A arquitetura do Centro Histórico é de uma riqueza notável, com seus casarões, igrejas e prédios, todos devidamente tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que permitem aos seus visitantes experimentarem a sensação de uma incrível viagem no tempo. A cidade também é considerada pela ONU a segunda mais verde do mundo, com 20m² de área verde por habitante. Ideal para quem quer mudar de ares.


No Centro Histórico de João Pessoa o visitante não pode deixar de conhecer edificações seculares como o Conjunto Franciscano, concluído em 1788, essa construção barroca compreende a Igreja de São Francisco e o Conjunto Santo Antônio, Lá, também se encontra o Museu de Arte Popular Brasileira. Sobrado dos Azulejos, Monumento do século XVII de características neogóticas, com sua parte externa revestida de azulejos portugueses. Basílica de Nossa Senhora das Neves, em estilo eclético, a basílica da padroeira da cidade foi construída nos idos de 1586; Teatro Santa Roza, monumento representativo do barroco italiano construído em 1880. No local sempre acontecem apresentações teatrais e shows; Espaço Cultura José Lins do Rego, construção moderna em concreto, aço e vidro, com 22 mil m². No local são realizados shows, seminários, conferências, feiras e congressos. Tem muitos outros monumentos a serem visitados.

cjtofranciscano.jpg


É razoável dizer que um povo pode ser medido pela sua cultura. No que depender disso, a paixão por João Pessoa é certa. Com uma gastronomia de encher os olhos e um artesanato de deixar qualquer um boquiaberto, a cidade encanta multidões de todos os cantos do planeta. Seu ritmo é o Forró Pé de Serra com seus tradicionais instrumentos, sanfona, zabumba e triângulo, que levam todos ao seu encanto e a se renderem ao arrasta-pé.


Sua arte é bastante variada, vindo desde o tradicional até o que há de mais moderno. Bordados, labirintos, cerâmicas, manta, roupas de algodão colorido e xilogravuras. O visitante vai se surpreender com o talento e a criatividade dos artesãos paraibanos. Todo este potencial criativo é coordenado pelo Programa do Artesanato Paraibano (PAP). As peças produzidas pelos mais de seis mil artesãos cadastrados são expostas anualmente nos salões de Artesanato da Paraíba em João Pessoa e Campina Grande. Os trabalhos também podem ser vistos em eventos realizados por todo o Brasil e no exterior. Artesanato paraibano: “Beleza que se vê... talento que se toca... lembrança que se leva”.


Variada, exuberante e saborosa. Assim é a culinária paraibana, que se destaca entre a gastronomia nordestina e é admirada por chefes de cozinha de todo o Brasil. No litoral degustam-se pratos feitos com frutos do mar, com destaque para a lagosta (o estado é um dos maiores produtores do País), além de comidas regionais à base de carne de sol e de bode. Por toda a Paraíba, o cuscuz, a macaxeira, o feijão verde e o queijo de coalho ganham status de comidas diferenciadas nos restaurantes especializados. Por ser uma terra fértil, aqui se produz uma variedade de frutas tropicais como, coco, abacaxi, manga, mangaba, banana, melão, entre outros. Com certeza a capital paraibana vai encantar o turista também pelo estômago: peixe, camarão, marisco, caranguejo, moqueca, tapioca, pamonha, canjica, etc., etc., etc.

 

culinariapb.jpg


As lindas praias de João Pessoa são admiradas no mundo todo e, graças às suas características climáticas, são perfeitas para a prática das mais variadas atividades náuticas. Suas águas mornas e límpidas se estendem por mais de 24 quilômetros para o total deleite do turista.

Una a tudo isso sol o ano inteiro e temos um verdadeiro paraíso.


Começando pela Praia do Seixas. Belíssima, que é um marco natural e geográfico da Paraíba e do Brasil: está localizado no Extremo Oriental das Américas, onde o sol nasce primeiro. Praia do Cabo Branco, areias brancas e mar de temperatura prazerosa guardados por falésias nuas ou cobertas de Mata Atlântica, com altura média de 40 metros. Por sobre uma dessas falésias encontra-se o farol do Cabo Branco e, ao seu lado, a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. Praia de Tambaú, a presença de arrecifes garante o mar calmo, além de proporcionar uma visita à Picãozinho, piscinas naturais de formação coralínea que aparecem na maré baixa. Tambaú é propícia para práticas esportivas e dispõe de dezenas de bares, restaurantes e espaços para venda de artesanato. Praia de Manaíra é uma das mais centrais da cidade. Toda urbanizada é ideal para passeios em família e caminhadas no fim de tarde. Ponto de encontro dos adeptos do Windsurfe e kitesdurf. Praia do Bessa, uma das agitadas da cidade. Durante o dia é ótima para o banho de mar, prática de esportes náuticos e banho de sol. À noite, os bares e restaurantes oferecem variado cardápio com comida regional e internacional, além de shows de Música Popular Brasileira.


No litoral sul paraibano destacam-se dois municípios próximos da capital, por possuírem infraestrutura hoteleira. A cidade do Conde fica a 20 km de João Pessoa, e Pitumbu a 50 km. O acesso de carro pode ser feito pela rodovia PB 008. Toda a Costa do Conde, como é conhecida a região é formada por um conjunto de praias selvagens e de veraneio. As mais procuradas são : Jacumã, Carpibus, Tabatinga, Coqueirinho, Tambaba, Praia Bela, Barrado Abiaí, Praia Azul, Pontinha e Acaú.


A Praia de Coqueirinho, cercada por falésias, é considerada como uma das mais belas do litoral paraibano. Ideal para mergulhos, surf e prática de pesca e camping; a Praia de Tambaba a cerca de 40 km da capital, é o primeiro campo de naturismo oficial do Nordeste e segundo do Brasil. É uma das praias naturista mais visitada do País; Praia Bela, pra quem quer desfrutar de um bom banho de mar e degustar deliciosas iguarias sem sair d’água, o lugar certo é Praia Bela. A praia é muito procurada por praticantes de esportes aquáticos. Praia de Tabatinga, muito visitada por turistas, destaca-se por misturar natureza selvagem, tranquilidade e infraestrutura. Possui casas de veraneio, pousadas e restaurantes especializados em frutos do mar.


O litoral norte paraibano é formado pelas cidades de Cabedelo, Lucena, Rio Tinto, Baía da Traição e Mataraca. Cabedelo é cidade portuária, localizada numa península entre o Oceano Atlântico e o Rio Paraíba. Faz parte da região metropolitana de João Pessoa e possui um importante monumento histórico, a Fortaleza de Santa Catarina, e um dos mais belos atrativos turísticos do Estado, a Praia Fluvial do Jacaré. Também se destaca por oferecer infraestrutura portuária para o atracamento de embarcações esportivas e de pesca.
As praias do litoral norte: Intermares, Poço, Camboinhas, Ponta de Campina, Areia Dourada, Formosa, Areia Vermelha e a praia Fluvial do Jacaré no rio Paraíba.


Praia de Intermares, point de surfistas, também é espaço das atividades da ONG Guajiru,que gerencia o “Projeto Tartarugas Urbanas” protegendo ninhos de tartarugas em vários pontos da costa paraibana. Areia Vermelha, bando de areia de formação coralínea no meio do mar que só aparece quando a maré está baixa. É um recanto formado por piscinas naturais com água cristalina e a presença da fauna marinha. A travessia da praia até o banco de areia é realizada por barcos autorizados, lanchas, Jet-ski e catamarãs. Praia do Jacaré, o pôr-do-sol na Praia Fluvial do Jacaré é um dos espetáculos da natureza mais apreciados elos visitantes. Ao som do “Bolero”de Ravel, executado pelo músico Jurandy do Sax, o crepúsculo pode ser assistido de mirantes, bares, barco e restaurantes instalados às margens do Rio Paraíba. Barra de Mamanguape, cercada de rios e mangues, a praia de Barra de Mamanguape possui uma base de Proteção e Pesquisa do Peixe-Boi Marinha, local de maior concentração do mamífero. O roteiro ecológico ainda inclui o bicho preguiça em praça pública e a Reserva Biológica Guaribas.


Além de ser um dos mais importantes destinos turísticos da Paraíba, João Pessoa também é o principal polo captador de eventos no Estado, trabalhando de forma permanente o seguimento do turismo de negócios com a realização de feiras, exposições, seminários e congressos. A tranquilidade que se encontra na cidade, a proximidade dos equipamentos turísticos com relação aos locais dos eventos, o alto nível profissional das empresas ligadas ao turismo de negócios e a receptividade da população faz da Paraíba o lugar ideal para realização de eventos. Em João Pessoa, a maioria deles acontece no Espaço Cultural José Lins do Rego.


Quando se conhece João Pessoa o visitante se surpreende, pelos seus encantos naturais e pela hospitalidade de sua gente. São extensas reservas de mata atlântica. Belos litorais deste Oceano Atlântico. Pegadas pré históricas, legados arqueológicos e desafios naturais prontos a serem descobertos e escalados. Irá também provar uma deliciosa gastronomia regional e conhecer a mais autêntica arte popular nordestina. É uma infinidade de opções de lazer e cultura que a cidade tem para conquistá-lo.

 

DICAS DE VIAGEM

As dicas da semana ainda valem para o Carnaval: A preocupação maior de todos que brincam o Carnaval é com a segurança, que no dia a dia comum já está complicado, todos ficam imaginando como será no Carnaval, mas não devemos deixar de aproveitar essa festa que é só nossa, portanto aí vão algumas precauções que devemos ter;


- O número de roubos de celulares está assustador, então ou deixe seu celular em casa ou coloque-o num saquinho com uma cordinha por dentro da roupa ou se você tiver um porta dólar, é hora de usá-lo inclusive para guardar dinheiro e cartão de crédito;


- Outro cuidado é com as crianças, seja de que idade for, coloque uma pulseirinha com dados das crianças e dos pais, e faça o impossível para não perde-las de vista;


- Essa serve para adultos e crianças! Cuidado com o que você ingere na rua. Compre alimentos que estejam lacrados ou muito cuidado com as barraquinhas, prestar muita atenção na higiene. Cuidado inclusive com água mineral, não compre de qualquer pessoa;


- Não abusar das bebidas alcoólicas. É muito mais divertido você curtir os blocos, bandas, e trios com o juízo perfeito.


SE FOR DIRIGIR NÃO BEBA!!!!!


A todos um ótimo Carnaval, com muita alegria e respeito ao próximo que também só quer curtir o Carnaval.

 

Rosa Oliveira

rosa.jpg

 

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro