DICAS DE VIAGEM

DICAS DE VIAGEM

Pousar, sair do avião, dirigir-se à esteira e aguardar alguns minutos pela bagagem. Este procedimento já é quase que automático para quem está acostumado a viajar. Mas e se esses minutos demoram um pouco mais que o esperado e a bagagem não aparece?

De acordo com um levantamento feito pela SITA, empresa especializada em tecnologia aeroportuária, cerca de 23 milhões de malas foram perdidas em 2015. Apesar de parecer alto, o índice significa que a cada 10 mil passageiros, 65 bagagens são extraviadas.

Entre as principais causas estão erros na transferência das bagagens em conexões. A chance de perder a sua mala aumenta consideravelmente. Mas há outros problemas que também resultam nisso, como erro na etiquetagem das malas.

Em casos de extravio, existem algumas dicas que devem ser seguidas pelos passageiros:

- Em hipótese alguma saia da área de desembarque sem avisar a companhia que sua mala sumiu. Os atendentes, provavelmente, vão procurá-la na área de achados e perdidos do aeroporto e, caso confirmem que ela não veio no seu voo, te darão um formulário para preencher.

- Com base nesse formulário ou no seu depoimento, será feito o Relatório de Irregularidade de Bagagem (RIB) ou Relatório de Irregularidade de Propriedade (RIP), ainda no aeroporto, e é aconselhável que você o guarde bem, se possível até fotografe, porque nele consta o número que você e a sua seguradora usarão para acompanhar a busca pela bagagem.

- Neste momento você pode pedir uma indenização para a companhia aérea, para comprar itens básicos para se manter enquanto sua mala não é encontrada. Algumas aéreas, porém, não oferecem nenhum tipo de ajuda de custo prévia, somente após horas ou dias do sumiço e com base em notas, ou seja: eles se oferecem para fazer um reembolso dos seus gastos com roupas e outros itens até um determinado valor (em média U$150 para vôos internacionais e R$350 para vôos nacionais.

- No aeroporto ou depois que sair dele, você deve ligar para a empresa responsável pelo seu Seguro Viagem, passar os seus dados, informar o sumiço da bagagem e o número do RIB ou PIR, para que ela possa acompanhar junto à companhia a procura da mala e também te informar sobre a cobertura diária para os seus gastos com vestuário, calçados e itens de higiene pessoal. Normalmente, você deve guardar todas as notas para enviar à seguradora depois e receber o seu reembolso.

- Se a sua mala for encontrada, a companhia aérea entrará em contato e marcará um dia e horário para entregá-la no endereço que você especificou ou, então combinará a retirada no aeroporto, caso seja mais rápido e cômodo.

- Se a sua mala não for encontrada após 21 dias do voo internacional ou 30 dias do voo nacional, ela está oficialmente extraviada, ou seja, ninguém sabe onde foi parar. E só a partir desse momento que você pode negociar junto a companhia aérea uma indenização de acordo com o peso da bagagem. Em voos nacionais o limite é um pouco mais de R$4 mil, e em voos internacionais costuma ser de apenas R$20, por kg. Se você não ficar satisfeito com a indenização, pode recorrer na justiça. Também vale a pena entrar em contato com a seguradora para saber o procedimento para receber a cobertura completa do extravio da bagagem.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro