O Miss

Jonathan se preparou o ano inteiro para esta semana. Estudou vários tipos de danças, fez cursos de maquiagem, viajou para a Europa com o intuito de trazer novas tendências de roupas com muito brilho.

Agendou com muita antecedência com o melhor cabeleireiro da cidade, não queria correr o risco de ficar sem vaga, como aconteceu em outros anos. Ele mesmo confeccionou a própria roupa. Modificou o sapato para ele ficar mais brilhante. Fez dieta para caber no vestido e academia para ficar com o corpo mais definido.

Pesquisou todas as formas de conquistas para deixar o público e os jurados apaixonados. Comprou perfume francês. Maquiagem alemã, considerada a melhor do mundo. Couro italiano para compor a roupa. Mas o principal Jonathan tem desde que nasceu, a simpatia brasileira.

Chegou à Juiz de Fora uma semana antes do desfile, alugou um quarto de hotel com vista para o Parque da Lajinha, queria ficar o mais perto possível da natureza. No quarto tinha hidromassagem para ajuda-lo a relaxar. Não queria que nada o atrapalhasse.

No dia do desfile ele acordou mais tarde, descansou o máximo que pode. Tomou um banho de hidromassagem, pediu almoço no quarto. Na hora marcada foi para o cabeleireiro e levou a roupa para se produzir lá. Maquiou com a ajuda de uma profissional, passou seu perfume, vestiu sua roupa. Estava pronto para a grande noite.

Chegou ao evento chamando a atenção pela elegância e beleza, se dirigiu ao camarim e esperou a hora de brilhar. Os outros candidatos eram também muito bem preparados, mas ele sabia que aquela seria sua noite. Entrou na passarela como se entrasse no paraíso, andou como se pisasse em nuvens e foi aplaudido como se fosse um rei. Ganhou o primeiro lugar e todos comentavam que ele foi o melhor que já passou por ali.

No outro dia voltou para sua cidade e seguiu sua vida normalmente. Trabalhou, continuou estudando e voltou à rotina normal, mas com uma coisa a mais, ele era o mais atual e único Miss Brasil Gay 2017.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro