Presente

Sérgio chega em casa com um embrulho enorme nas mãos e chama seu filho para ver o que ele comprou. O menino Hugo vai correndo ao encontro do pai e quando vê o tamanho do embrulho, seus olhos enchem de lágrimas.

- É para mim, papai? O que é esse embrulho tão grande?

O pai todo feliz com a empolgação do menino entrega o embrulho para ele.

- É para você sim, meu filho! Mas cuidado, não vá deixar cair senão vai quebrar.

Hugo pega o pesado embrulho com cuidado, coloca no chão e abre bem devagar. Quando ele vê o que é solta um grito de alegria. Sérgio comprou para o filho o videogame mais moderno e avançado que existe.

- Papai! Não estou acreditando! É um sonho realizado! Eu sempre quis ter um desses!

- Não precisa agradecer, meu filho! Deixa o papai instalar para você.

Sérgio pega o manual para ver como conectar o aparelho na televisão e em menos de 10 minutos o videogame está pronto para ser usado.

O menino tem uma arritmia ao ver o jogo sendo carregado. Seu pai coloca um jogo de futebol e começa a jogar para testar os controles. Hugo fica olhando admirado para aqueles gráficos e a narração em português.

Vinte minutos depois ele pede para o pai para jogar um pouco.

- Espera um pouco, estou acabando de fazer os testes. – Fala Sérgio.

Quarenta minutos e o pai jogando, o menino ficando mais ansioso. Nada do Sérgio deixar o Hugo jogar.

Duas horas e o menino já está chorando. O pai nem se importa. Continua jogando.

Quase meia-noite e finalmente Sérgio cansou de jogar e entrega o controle para o filho. Hugo pega a manete e ouve a Márcia, sua mãe, gritando lá do quarto.

- Desliga isso, menino! Já é tarde, tá na hora de dormir! Amanhã tem aula.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro