Tribunal Regional Federal da Primeira Região está com inscrições abertas

Tribunal Regional Federal da Primeira Região está com inscrições abertas

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região publicou seu tão esperado edital para concurso público, com vagas para Analistas e Técnicos Judiciários. A remuneração é de R$10.461,90 para os cargos de nível superior e R$6.376,41 para os de nível médio, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

A professora Adriana Lunardi esclarece alguns pontos sobre o processo seletivo e destaca algumas das atividades destinadas a cada cargo.

SELEÇÃO E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

O estados de Minas Gerais, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, Tocantins, inclusive o Distrito Federal, integram o TRF 1.

Em Minas Gerais, as cidades que serão contempladas no certame incluem, além de Juiz de Fora, os municípios de Belo Horizonte, Viçosa, Contagem, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Ituiutaba, Janaúba, Lavras, Manhuaçu, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Poços da Cladas, Ponte Nova, Pouso Alegre, São João del-Rei, São Sebastião do Paraíso, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia, Unaí, Varginha.

A organizadora da seleção é a Cebraspe, mais conhecida do grande público por Cespe (mas estas alterações não vem ao caso agora). O edital está disponível neste link .

As inscrições são feitas somente via internet, no endereço eletrônico acima, e solicitada no período entre as 10h do dia 13 de setembro de 2017 e 18h do dia 3 de outubro de 2017. As taxas são de R$75 para Técnico Judiciário e R$ 86 para Analista.

Para se tornar um servidor público federal você deve ser aprovado no concurso público e, entre outros requisitos exigidos no edital, ter 18 anos na data da posse, estar no gozo dos direitos políticos, ter o grau de escolaridade exigido para o cargo e ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa.

E quando começar a trabalhar? O que você vai fazer? Bem, nos cargos de nível superior ofertados (Analista Administrativo e Analista Judiciário), as atividades são variadas, como desempenhar o processamento de feitos, redigir minutas, realizar o levantamento de dados para elaboração de relatórios estatísticos, planos, programas, projetos e para a instrução de processos; pesquisar legislação, doutrina e jurisprudência; e emitir pareceres, relatórios técnicos, certidões, declarações e informações em processos.

E os de nível médio (Técnico Judiciário nas áreas Administrativa, Taquigrafia, Segurança e Transporte)? Como exemplo, listo a seguir requisitos e atividades do cargo de Técnico Judiciário com especialidade em Segurança e Transporte: deve ter certificado de conclusão de curso de ensino médio ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente e Carteira Nacional de Habilitação, categoria “C” ou “D”.Os aprovados irão realizar atividades a fim de zelar pela segurança dos magistrados, servidores, visitantes, instalações e bens patrimoniais do órgão, como também garantir a adequada condução de veículos oficiais; controlar a entrada e saída de pessoas e bens, realizar rondas para verificar as condições das instalações, a direção defensiva de veículos oficiais, entre outras.

Bom, agora que já sabe como é o trabalho, vamos ao que você tem que aprender para obter êxito. As matérias que serão avaliadas serão:

- Língua Portuguesa;
- Ética no Serviço Público;
- Legislação Específica;
- Direitos das Pessoa com Deficiência;
- Raciocínio Analítico;
- Raciocínio Lógico;
- Noções de Direito Constitucional;
- Noções de Direito Administrativo;
- Noções de Direito Civil;
- Noções de Direito Processual Civil;
- Noções de Direito Penal;
- Noções de Direito Processual Penal.

As provas do concurso TRF 1 serão realizadas nas capitais dos estados que compõem a 1ª Região na data de 26 de novembro. Os candidatos serão submetidos a provas objetivas e discursivas de caráter eliminatório e classificatório. Alguns cargos serão submetidos a prova prática e a teste de capacidade física.

As provas objetivas, onde cada item que você errar anula um item que você acertar, pois tem pontuação negativa, serão assim:

- Conhecimentos básicos - 50 itens de certo/errado
- Conhecimentos específicos - 70 itens de certo/errado

Quem nunca viu uma prova elaborada por esta banca pode esperar algo neste sentido:

Tribunal de Contas Estadual - PA (TCE/PA) 2016
Cargo: Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área Administrativa / Questão 27
Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)
Nível: Médio

Compõem o referido plano os cargos de provimento efetivo, os cargos de provimento em comissão e as funções gratificadas. Será tornada sem efeito a posse do servidor que não entrar em exercício no prazo legal.

( ) certo ( ) errado

 

E aí? Fácil ou difícil? Para treinar melhor, você pode consultar a resposta na legislação! A lei objeto desta questão você encontra aqui.

Aproveitem as oportunidades que estão aparecendo. Os concursos não pararam. Não acredite em tudo que ouve por aí. Escolha um caminho e siga firme!!

Abraços e bons estudos!!!

 

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região publicou seu tão esperado edital para concurso público, com vagas para Analistas e Técnicos Judiciários. A remuneração é de R$10.461,90 para os cargos de nível superior e R$6.376,41 para os de nível médio, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

            A professora Adriana Lunardi esclarece alguns pontos sobre o processo seletivo e destaca algumas das atividades destinadas a cada cargo.

SELEÇÃO E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

             O estados de Minas Gerais, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, Tocantins, inclusive o Distrito Federal, integram o TRF 1. 

            Em Minas Gerais, as cidades que serão contempladas no certame incluem, além de Juiz de Fora, os municípios de Belo Horizonte, Viçosa, Contagem, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Ituiutaba, Janaúba, Lavras, Manhuaçu, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Passos,  Patos de Minas, Poços da Cladas, Ponte Nova, Pouso Alegre, São João del-Rei, São Sebastião do Paraíso, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia, Unaí, Varginha.

            A organizadora da seleção é a Cebraspe, mais conhecida do grande público por Cespe (mas estas alterações não vem ao caso agora). O edital está disponível no link http://www.cespe.unb.br/concursos/TRF1_17_SERVIDOR/.

            As inscrições são feitas somente via internet, no endereço eletrônico acima, e solicitada no período entre as 10h do dia 13 de setembro de 2017 e 18h do dia 3 de outubro de 2017. As taxas são de R$75 para Técnico Judiciário e R$ 86 para Analista.

            Para se tornar um servidor público federal você deve ser aprovado no concurso público e, entre outros requisitos exigidos no edital,  ter 18 anos na data da posse, estar no gozo dos direitos políticos, ter o grau de escolaridade exigido para o cargo e  ter  a  nacionalidade  brasileira  ou  portuguesa. 

            E quando começar a trabalhar? O que você vai fazer? Bem, nos cargos de nível superior ofertados (Analista Administrativo e Analista Judiciário), as atividades são variadas, como desempenhar  o  processamento  de  feitos,  redigir  minutas,  realizar  o  levantamento  de  dados  para  elaboração  de  relatórios  estatísticos,  planos,  programas,  projetos  e  para  a  instrução  de  processos; pesquisar  legislação,  doutrina  e  jurisprudência;  e emitir  pareceres,  relatórios  técnicos,  certidões,  declarações  e  informações  em  processos.

            E os de nível médio (Técnico Judiciário nas áreas Administrativa, Taquigrafia, Segurança e Transporte)? Como exemplo, listo a seguir requisitos e atividades do cargo de Técnico Judiciário com especialidade em Segurança e Transporte: deve ter certificado de  conclusão  de  curso  de  ensino  médio  ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente e Carteira Nacional de Habilitação, categoria “C” ou “D”.Os aprovados irão realizar  atividades a  fim  de  zelar  pela  segurança  dos  magistrados,  servidores,  visitantes,  instalações  e  bens  patrimoniais  do  órgão,  como  também  garantir  a  adequada  condução  de  veículos  oficiais;  controlar a entrada e saída de pessoas e bens, realizar rondas para verificar as condições das instalações, a direção defensiva de veículos oficiais, entre outras.

            Bom, agora que já sabe como é o trabalho, vamos ao que você tem que aprender para obter êxito. As matérias que serão avaliadas serão:

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro