Iniciativa chama a comunidade para atividades culturais dentro das escolas

Iniciativa chama a comunidade para atividades culturais dentro das escolas

Um levantamento feito em todo o estado, de acordo com a Secretaria Regional de Ensino, apontou um índice alto de evasão escolar. Diante da dificuldade de levar jovens de 15 a 17 anos para o ambiente escolar, a Virada Educacional foi criada. Dessa forma, com o intuito de aproximar não só os adolescentes, mas também toda a comunidade, as escolas do estado abrirão as portas neste sábado, 17, para proporcionar um contato com a população por meio de diversas atividades.


“As escolas ficarão abertas para a comunidade, com apresentações não só dos estudantes, mas também de talentos da localidade do entorno, como alguém que dá aulas de capoeira ou de cantores, entre outros talentos. No ano passado, uma escola do bairro Furtado de Menezes, na zona Sudeste, levou algumas senhoras de uma casa de idosos para participar. A banda da Polícia Militar tocou e a atividade se tornou um baile. É um dia para a comunidade”, explica a diretora da Superintendência Regional de Ensino, Fernanda Moura.


A diretora esclarece que cada escola tem autonomia para fazer a atividade que quiser, e elas acontecem simultaneamente. A programação inclui rodas de conversa, apresentações teatrais e musicais, entre outras iniciativas acontecendo simultaneamente. “Às vezes o jovem não participa, mas algum conhecido ou familiar vai, vê o que foi feito e acaba transmitindo essa informação e incentivando que ele volte para a escola. Ano passado tivemos resultados positivos em relação a essa ação, e esperamos que nesse ano também tenhamos um bom resultado”, comenta Fernanda.


Para evitar a evasão escolar, a diretora afirma que a família precisa estar presente na vida escolar do filho. “Mesmo que os responsáveis não possam estar presentes nas reuniões por estarem trabalhando, devem procurar um outro dia, ou outro horário, para ir a escola, saber sobre o desempenho e a freqüência do aluno, mantendo um diálogo constante com a instituição, que vai sempre estar de portas abertas para recebê-los“, aconselha.
Em algumas instituições de ensino, a programação deve acontecer das 8h às 12h. Em outras, as atividades se estendem para o período da tarde. A data é relacionada ao aniversário de nascimento de Paulo Freire, que originalmente é comemorada no dia 19 de setembro.

Projetos diferenciais para atrair adolescentes


Diante da não adaptação de uma parcela significativa de alunos ao ensino tradicional das escolas, o estado tem desenvolvido projetos para que eles se sintam mais atraídos. “Um deles envolve alunos que têm distorção de idade e série comprovada. Eles cursam o projeto com um material diferenciado, voltado para questões relacionadas à juventude, com um formato que foge ao tradicional. Modificamos a maneira de lecionar para atender a esse grupo de alunos”, explica a diretora. Além disso, talentos e atividades culturais estão sendo incentivadas para que os próprios alunos possam contribuir de alguma forma para as atividades desenvolvidas dentro do ambiente escolar.


O estado também oferece o Acompanhamento Pedagógico Diferenciado (APD), que reforça o ensino das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática no contraturno escolar. Essa iniciativa visa atingir adolescentes do sexto ano, que ainda não foram alfabetizados. Outra opção também ressaltada por Fernanda são as atividades do ensino integral oferecidas em algumas unidades, que possuem oficinas e aulas diferenciadas, além do ensino regular.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro