Frente fria traz chuva e granizo em diversos pontos da cidade

Frente fria traz chuva e granizo em diversos pontos da cidade

Uma frente fria trouxe a chuva para Juiz de Fora na tarde de quinta-feira, 11; precipitação que deve continuar na sexta-feira, 12, em pontos isolados pela Zona da Mata. Em alguns pontos da cidade, como no bairro São Mateus, zona Sul, moradores registraram a ocorrência de granizo. No bairro Granbery, região central, uma motocicleta estacionada na Rua Barão de Santa Helena foi parar embaixo de um veículo por conta da força da correnteza, conforme registrou a Polícia Militar (PM).
Outras vias, como a Avenida Rio Branco, próximo ao bairro Bom Pastor, na zona Sul, a Avenida Barão de Santa Helena até a esquina com a Rua Espírito Santo, e a Avenida Juscelino Kubitscheck, além do cruzamento entre a Rua Tietê e a Avenida Presidente Itamar Franco, na altura do bairro São Mateus, registraram pontos de alagamento.
A frente fria que causou não só a chuva, como também raios e trovoadas, está no litoral do Rio de Janeiro desde quinta-feira, 11, e na sexta ainda se desloca pela região Sudeste, como explica o geógrafo especialista em Climatologia, Thiago Oliveira.
“Ela deve estacionar entre os estados de Minas Gerais e Espírito Santo. A frente favorece a concentração da umidade na atmosfera, possivelmente na sexta-feira, e pode aumentar a possibilidade de pancadas de chuvas em regiões isoladas. Em virtude da persistência dessa frente, haverá um aumento de nebulosidade, o que pode causar uma ligeira queda nas temperaturas, nas quais as médias máximas oscilam entre 26ºC e 27ºC”, diz Oliveira.
Já no sábado, 13, e no domingo, 14, o afastamento desta frente fria deve elevar as temperaturas e favorecer condições de menor umidade em todo o final de semana. Com isso, há uma chance mínima de ocorrência de chuvas. Por conta da redução da umidade e da pouca quantidade de nuvens, deve acontecer um ligeiro aumento das temperaturas, que devem variar entre 29ºC e 32º C.
Thiago Oliveira ainda comenta que há uma tendência de chuvas para a próxima semana. “Ainda que seja preciso acompanhar as previsões, os principais modelos climáticos apontam a tendência de que poderá acontecer chuva, especialmente entre a noite da segunda-feira, 15, e a terça-feira, 16. É necessário um monitoramento maior mais próximo do início da semana. Isso se dá em função de uma aproximação e passagem de outra frente fria pelo Sudeste”, conclui.
A atual configuração da capacidade dos principais mananciais da cidade, atualizadas até quinta-feira, 11, é de 93,8% da capacidade total para a Represa de São Pedro, 85,8% na Represa de João Penido e a Represa de Chapéu D’Uvas, que opera com 71,8%.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro