Mulher é sequestrada e agredida na Zona Norte

Mulher é sequestrada e agredida na Zona Norte

Uma mulher de 46 anos foi seqüestrada e agredida no bairro Benfica, na zona Norte. Ela trafegava próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA- Norte), quando foi abordada e levada por três homens encapuzados para um carro, no final da tarde de sábado, 2. Ao notar o desaparecimento da mulher, o marido dela fez uma denúncia à Polícia Militar (PM). Ele ligou par o celular dela, e um homem atendeu à ligação, dizendo que estava com ela, mas que só a liberaria mediante a entrega de uma quantia em dinheiro, já que o que ela possuía em mãos era muito pouco. Ainda por telefone, ele afirmou que tinha agredido a vítima.

O dinheiro ao qual o seqüestrador se referia, segundo o marido da vítima, seria proveniente de um aluguel de um conhecido deles, que teria sido preso por tráfico de drogas há quatro anos, e que teria pedido para que ela alugasse o imóvel, recolhesse o dinheiro e entregasse a alguém que pegaria o valor com ela mensalmente.

A mulher foi liberada no domingo, 3, na altura do bairro Chapéu D’Uvas, também zona Norte. Ela foi até a Unidade do Ambiente de Paz da PM, localizada na Praça de Benfica, e confirmou que os homens que a abordaram queriam o dinheiro do amigo da família, que está encarcerado. Ela foi por meios próprios até a UPA norte, onde recebeu atendimento.

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

Uma mulher de 46 anos foi seqüestrada e agredida no bairro Benfica, na zona Norte. Ela trafegava próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA- Norte), quando foi abordada e levada por três homens encapuzados para um carro, no final da tarde de sábado, 2. Ao notar o desaparecimento da mulher, o marido dela fez uma denúncia à Polícia Militar (PM). Ele ligou par o celular dela, e um homem atendeu à ligação, dizendo que estava com ela, mas que só a liberaria mediante a entrega de uma quantia em dinheiro, já que o que ela possuía em mãos era muito pouco. Ainda por telefone, ele afirmou que tinha agredido a vítima.

            O dinheiro ao qual o seqüestrador se referia, segundo o marido da vítima, seria proveniente de um aluguel de um conhecido deles, que teria sido preso por tráfico de drogas há quatro anos, e que teria pedido para que ela alugasse o imóvel, recolhesse o dinheiro e entregasse a alguém que pegaria o valor com ela mensalmente.

            A mulher foi liberada no domingo, 3, na altura do bairro Chapéu D’Uvas, também zona Norte. Ela foi até a Unidade do Ambiente de Paz da PM, localizada na Praça de Benfica, e confirmou que os homens que a abordaram queriam o dinheiro do amigo da família, que está encarcerado. Ela foi por meios próprios até a UPA norte, onde recebeu atendimento.