Plano Municipal de Arborização Viária tem plantio piloto no bairro Granbery

Plano Municipal de Arborização Viária tem plantio piloto no bairro Granbery

A implantação de uma Política de Arborização Urbana em Juiz de Fora ficou marcada pelo início do plantio de Ipês amarelos no bairro Granbery, Centro, na manhã dessa terça-feira, 1º. A atividade é um projeto piloto que deve ser analisado e depois implantado em outras comunidades, e a intenção é ampliar a arborização na cidade, promovendo o desenvolvimento urbano e a qualidade de vida.
Depois da criação e da aprovação de uma lei sobre o plano, um inventariado das árvores – contando com espécies, verificação de adequações e inadequações, substituição do que for necessário e plantio em regiões que não possuem arborização – será colocado dentro do planejamento dos órgãos, que atuarão de forma integrada. Devem participar da iniciativa a Secretaria de Meio Ambiente, a Empresa de Pavimentação Urbana (Empav), a Companhia de Saneamento Municipal (Cesama), a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), entre outros. O bairro Granbery, na zona Sul, foi o primeiro a receber o plantio das árvores, porque houve interesse demonstrado pela população em receber as mudas.
“A vegetação melhora a qualidade do ar, favorece a chegada da água no lençol freático e ajuda a diminuir a temperatura do ambiente. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a recomendação é de haja uma árvore a cada 12m², o que equivale a uma árvore para cada habitante. Temos mais de 600 mil unidades, mas pretendemos aumentar a cobertura verde”, esclarece o secretário de Meio Ambiente, Luiz Cláudio Santos Pinto.
Inicialmente, serão plantados 20 ipês amarelos, mas a expectativa é de que, nesta fase, o total seja de 53 plantas. Entretanto, o secretário ressalta a importância da conscientização. “As pessoas precisam entender que não estamos trazendo problemas. Há bairros que são cinza, quentes, e quando vemos localidades arborizadas, é tudo muito diferente e mais agradável. Por isso o projeto piloto é importante, para começar e aperfeiçoá-lo, mas é preciso que a população abrace o projeto e entenda o objetivo”, destaca o secretário.
O formulário para que as localidades se inscrevam para receber a iniciativa, mediante avaliação, pode ser conferida em: http://www.pjf.mg.gov.br/secretarias/scs/espaco_cidadao/form/cod253.pdf

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro