Cidade - Centro 1

Manifestantes e representantes da PJF se reunirão para discutir o reajuste da tarifa

Manifestantes e representantes da PJF se reunirão para discutir o reajuste da tarifa

Os estudantes que ocuparam a Câmara Municipal na última segunda-feira, 9, deixaram o prédio no final da tarde dessa terça-feira, 10, após suas reivindicações serem atendidas. Os manifestantes se reuniram com o presidente da Casa, vereador Rodrigo Mattos (PSDB), e apresentaram suas demandas.


O movimento tinha como principais reivindicações, o acesso a todos os documentos com os estudos referentes ao aumento, planilhas e documentos relativos a processos de licitações envolvendo o setor de transporte público do município. Outra demanda é a realização de uma auditoria independente e deliberativa na Câmara, com profissionais escolhidos pelo grupo, que possam investigar as causas do aumento da passagem e então buscar construir alternativas para o transporte público.


“Mantivemos diálogo com os manifestantes do tempo inteiro. Eles elaboraram uma pauta de reivindicações e nós entregamos a documentação. Além, agendamos uma reunião, entre eles e a Prefeitura com o acompanhamento de alguns vereadores”, disse o presidente da Câmara.


Mattos afirmou que a ocupação não era necessária, pois os documentos são públicos e estão disponíveis na internet. “Eles teriam acesso [aos documentos] sem o apoio da Câmara. Porém, se tivessem nos procurado para dialogar, teríamos conseguido o mesmo resultado sem a ocupação”, ponderou.


O parlamentar ressaltou que os manifestantes saíram do prédio de maneira pacífica e patrimônio público não foi danificado.

 

VOZ DOS MANIFESTANTES

“Nossa ocupação tinha o intuito de contribuir para luta contra o aumento da passagem. Entendemos que, no mínimo, a gente precisa ter acesso aos documentos, pois é nosso direito. A mobilização e os atos nas ruas vão continuar até a revogação do aumento”, ponderou o representante dos manifestantes, que optou por não se identificar.

 

SETTRA

A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio de nota, reforçou seu compromisso com a transparência de todo o processo de atualização da tarifa e sua permanente disposição para o diálogo com a comunidade sobre o tema. “Todos os documentos entregues aos estudantes são públicos para toda população”, disse o comunicado.


A pasta afirmou que já tinha se colocado à disposição para esclarecer eventuais dúvidas dos participantes na data mais conveniente a eles. “Dessa maneira, dentro de um espírito de respeito democrático, entende que o objetivo de todos é comum: garantir o bom funcionamento do sistema de ônibus na cidade com uma tarifa entre as mais baixas do estado e do país”, finalizou a nota.


A comissão formada pelos estudantes se reunirá com representantes da Prefeitura na Secretaria na próxima quarta-feira, 18. Com os documentos em mãos, os estudantes irão fazer uma análise dos mesmos para encontrar com os membros o poder Público. O encontro contará com a presença dos vereadores componentes da Comissão de Urbanismo, Transporte, Trânsito, Meio Ambiente e Acessibilidade, Zé Márcio (PV), Roberto Cupolillo (Betão-PT) e Adriano Miranda (PHS).

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro