Vereador cobra informações de prevenção e combate à dengue junto à PJF

Vereador cobra informações de prevenção e combate à dengue junto à PJF

O vereador Cido Reis (PSB) solicitou à Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) na última segunda-feira, 9, informações sobre o plano de prevenção e combate ao Aedes aegypti na cidade. Segundo ele, a época de altas temperaturas e grande quantidade de chuvas está favorecendo a infestação do mosquito e preocupando a população.

“As pessoas estão querendo saber quais são os métodos mais efetivos para evitar a dengue, a zyka e a chikungunya. Por isso, questionei sobre o trabalho de prevenção que está sendo feito pela PJF, e se há ações compartilhadas entre as diferentes secretarias, como a de Saúde, de Atividades Urbanas, de Obras, a Defesa Civil e o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb)”, relatou o vereador. “Pedi também a marcação de uma audiência pública para discutir o assunto. Em 2016 foram mais de 20 mil casos de contaminação na cidade, e aproximadamente dez óbitos”.

A Secretaria de Saúde divulgou nessa quarta-feira, 11, os dados do primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (Liraa) de 2017. De acordo com a pesquisa, 80% dos focos de dengue estão nas propriedades particulares e residências. “Essa informação indica que há um problema nas ações de conscientização da população. É importante discutirmos o assunto para vermos onde estamos errando ao lidar com esse problema”, completou Reis.

O Liraa constatou um índice de proliferação de 3,4%, caracterizando um risco médio, e a menor porcentagem de infestação verificada nessa época nos últimos cinco anos. O levantamento anterior, divulgado no último dia 1° de novembro, revelou um índice de 1,6%. De acordo com a Secretaria de Saúde, esse período tem uma contaminação naturalmente mais baixa em relação ao que vivenciamos durante o verão. A última pesquisa apurou ainda que, em dezembro de 2015, foram registradas 500 notificações de casos de dengue, enquanto que em dezembro de 2016, foram 16 casos.

“Também temos que tomar conhecimento dos nossos pontos positivos e continuar investindo neles. A prevenção é o melhor caminho, então acredito que precisamos mudar a estratégia de conscientização para diminuir cada vez mais o número de casos de contaminação”, finaliza o vereador.
“A audiência pública será de grande importância para abordarmos esses pontos, com a possibilidade do diálogo direto com a comunidade. Vejo que a população está preocupada em fiscalizar e denunciar os focos de dengue, o que é muito importante, pois esse é um problema que pode afetar a todos”.

RESPOSTA

O pedido de solicitação de informações do vereador Cido ainda não chegou à Secretaria de Saúde, que afirmou por meio de nota que esses dados, assim que forem recebidos, serão repassados ao Legislativo.

O Diário Regional recebeu a denúncia de um possível foco de dengue localizado em uma residência na Rua Érico Veríssimo, bairro Paineiras, no Centro, onde haveria uma piscina destampada com lixo acumulado. A Secretaria informou que não havia recebido denúncia sobre o local, e que nessa quinta-feira, 12, uma equipe de agentes de endemia irá inspecionar o endereço. Para denunciar focos da dengue, a população pode ligar para o 199.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro