Cidade - Centro 1

Moradores do Náutico reclamam falta de ônibus e pedem aumento da frota

Moradores do Náutico reclamam falta de ônibus e pedem aumento da frota

A notícia de que a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) disponibilizará ônibus extra para o bairro Náutico, zona Norte, aos finais de semana causou incômodo entre os moradores, que entraram em contato com o Diário Regional para esclarecer a situação do bairro.


“Eu fiquei indignada com a notícia. Eles querem favorecer os clubes e quem não mora aqui. Nós precisamos da condução no dia de semana”, disse uma moradora que não quis de identificar.


Segundo a moradora, a população conta com apenas um ônibus para realizar as viagens entre o bairro e o centro da cidade. “Em horário de pico, ele se atrasa. O ônibus com horário de saída do Centro às 6h30, tem vez que sai 7h, 7h15”, disse. O atraso sempre impacta outras viagens. “O que eu preciso pegar é 8h40, mas tem vez que ele passa 9h”, acrescentou.


Os moradores já fizeram abaixo-assinado solicitando mais ônibus à Settra. “Eles alegam que não tem morador suficiente para ter mais ônibus. A gente precisa pelo menos, um saindo do bairro e outro do centro. Assim, a gente não fica esperando por muito tempo”, falou.


Débora dos Reis, que também é moradora no bairro, contou que a viagem entre o bairro e o Centro de Juiz de Fora dura em torno de 50 minutos. “Se perdeu um ônibus, a gente espera duas horas até a próxima viagem”, disse. Ela afirmou que a situação sempre foi assim. “Desde que eu me entendo por gente. Já pediram mais ônibus, mas alegam que não tem demanda”, exclamou.


Outro problema relatado por Débora é que a falta de ônibus prejudica as crianças a comparecerem à escola, que fica no mesmo bairro, mas é distante da zona de habitação. “A escola é condicionada a funcionar de acordo com o horário de ônibus. Ela é uma escola rural e fica a uma distância considerável”, explicou a moradora.


Procurada pela equipe do Diário Regional, a assessoria da Secretaria de Educação (SE) de Juiz de Fora, esclareceu que nenhum pedido formal por ônibus que atendam a esses alunos foi encaminhado à pasta. E, além disso, outro problema foi apresentado pela SE: a solicitação esbarraria em uma questão legislativa. Esse tipo de transporte, do qual a população reclama a demanda, é direcionado somente a locais que não são atendidos pelos ônibus convencionais.


A assessoria ainda informou que os estudantes do bairro são atendidos pelo programa cartão “Passe Fácil estudante”. O cartão dá o direito, àqueles alunos que moram a mais de 2 km de distância, de ir e voltar da escola gratuitamente pelo ônibus convencional.


A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) informou que a pasta realizou um estudo sobre a situação do bairro. “[No estudo] não foi identificado a necessidade de uma nova ampliação do quadro de horários para a linha 713 - Naútico durante os dias de semana. Desde 2014, por avaliação da Settra, o bairro passou a ser atendido com mais horários durante o período da manhã”, diz a nota da Secretaria, enviada à nossa equipe.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro