Polícia Civil continua investigação sobre ossada encontrada na estrada União Indústria

A Polícia Civil aguarda o resultado do exame de DNA do caso do possível homicídio de Rodrigo Santiago Sebastião, desaparecido desde o dia 3 em abril de 2014, quando tinha 22 anos. Uma ossada humana foi encontrada no dia 7 de julho deste ano, na Estrada União Indústria. A linha de apuração seguida pelo delegado Rodrigo Rolli, responsável pelo caso, aponta a participação de três pessoas, com 26, 27 e 30 anos no envolvimento deste crime.

Na última terça-feira, 7, duas testemunhas foram ouvidas na Delegacia Especializada de Homicídios. “As duas testemunhas ouvidas corroboram com a nossa linha de investigação, que realmente as três pessoas estavam com a vítima na noite do desaparecimento”, disse Rolli. Ainda de acordo com o delegado, a família da vítima já reconheceu alguns objetos que foram encontrados juntos com os restos mortais, como um cinto e um tênis.

Segundo o delegado, outras testemunhas vão ser ouvidas na próxima semana: “Ainda vamos ouvir novas testemunhas e aguardar o laudo de DNA do setor de Antropologia do Instituto Médico Legal de Belo Horizonte, para confirmar se a ossada encontrada pertence mesmo ao Rodrigo. O laudo demora mais ou menos entre 30 e 60 dias”.

 

O CASO

De acordo com as informações, no dia 7 de julho, um morador estava limpando o quintal da própria casa quando encontrou restos mortais próximo a um córrego e acionou a Polícia Militar.

Durante o registro da ocorrência, o pai do jovem compareceu ao local e levantou a hipótese da ossada ser de Rodrigo, que está desaparecido há quatro anos. O pai informou à Polícia que o carro da vítima foi abandonado próximo ao local onde os ossos foram encontrados.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente



Digite a palavra e tecle Enter.